segunda-feira , 15 outubro 2018

Home » Notícias » Destaque » Trabalhadores do HU iniciam greve por tempo indeterminado

Trabalhadores do HU iniciam greve por tempo indeterminado

Outros hospitais sob o comando da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares também estão em greve

05/06/2018

Teve início, na manhã desta terça-feira (5), a greve dos servidores do Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI). O principal motivo, segundo a categoria, é que durante as negociações em torno do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), foram oferecidas propostas que retiravam direitos já conquistados pela classe. A greve pode se estender por tempo indeterminado.

WhatsApp Image 2018-06-05 at 11.10.08

A mobilização da categoria teve início bem cedo com a concentração de parte dos trabalhadores na frente do HU. Uma atração artística auxiliava a concentração dos grevistas no local.

WhatsApp Image 2018-06-05 at 11.08.17

De acordo com Miguel Viana, funcionário do HU-UFPI e diretor de juventude do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal no Estado do Piauí (SINSEP-PI), as negociações com a Ebserh iniciaram bem, mas a cláusula financeira foi o ponto que fez com que as negociações fossem suspensas.

“As negociações começaram bem até chegar à cláusula financeira. Nesse momento a empresa fez uma proposta em que retirava direitos que a gente já tinha conquistado e foi daí que foi decidido pela greve, pois as negociações pararam. A empresa veio com o discurso de retirar o direito ao retroativo de salário, do reajuste do salário, do ano passado, que ainda não tivemos”, explicou o sindicalista.

Para o presidente do SINSEP-PI, João Seno, com a proposta de retirada de direitos proposta pela Ebserh, a negociação tornou-se insustentável. “Retirar o direito ao retroativo do salário é absurdo. Queremos que a empresa converse com seriedade com esses trabalhadores. Além disso, precisamos garantir melhores condições de trabalho também. Os servidores do HU estão adoecendo”, afirmou o presidente do sindicato.

O movimento grevista é nacional e foi decidido coletivamente depois de uma plenária nacional realizada na segunda-feira (28), em Brasília, e duas assembleias locais. Dentre as propostas apresentadas pelos trabalhadores estão a desvinculação das negociações do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) de 2018 do ACT de 2017; abertura de mesa de negociação local; melhores condições de trabalho; ampliação do funcionamento do ambulatório aos sábados para melhor atender a população; concurso público para o HU-UFPI, entre outros.

Atualmente o HU-UFPI tem aproximadamente 1.400 funcionários, devido à greve, somente 30% do setor de serviços essenciais e 70% da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estarão funcionando. O ambulatório, que envolve serviços como marcação de consultas e exame, fechará 100%.

Escrito por : Mariana Duarte
Trabalhadores do HU iniciam greve por tempo indeterminado Reviewed by on . 05/06/2018 Teve início, na manhã desta terça-feira (5), a greve dos servidores do Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI). O principal 05/06/2018 Teve início, na manhã desta terça-feira (5), a greve dos servidores do Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI). O principal Rating: 0

Deixe um comentário