segunda-feira , 15 outubro 2018

Categoria: Destaque

Feed Subscription
A Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) do Ministério do Planejamento confirmou e vai receber a Condsef nesta sexta-feira, 29. A Confederação vai pautar pontos pendentes do processo de negociações que não conseguiram ser concluídos no ano passado. Entre eles estão termos para reposição de demandas represadas em função de greves legítimas de servidores da Cultura e do Incra. Há também a situação dos servidores do Dnit que buscam consenso em pontos que não conseguiram ser concluídos no ano passado. A Condsef também vai questionar o Planejamento a respeito de situação de servidores administrativos da PGFN que ficou indefinida.  Aproveitando também o encontro dessa sexta a Condsef vai solicitar uma audiência com o novo ministro do Planejamento, Valdir Simão. Desde que tomou posse do cargo, em dezembro passado, o novo ministro ainda não recebeu oficialmente entidades representativas de servidores federais. A intenção é que o ministro ouça as demandas e expectativas da categoria que segue buscando melhores condições de trabalho com reflexo num melhor atendimento público à população.  2016 vai continuar sendo um ano de desafios. Todos os esforços serão essenciais para a consolidação de avanços nesse cenário político e econômico que ainda se mostra incerto. O ônus dessa crise não pode ser transferido ao trabalhador e a pressão e cobrança de novas posturas por parte do governo devem e vão seguir firmes.

A Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) do Ministério do Planejamento confirmou e vai receber a Condsef nesta sexta-feira, 29. A Confederação vai pautar pontos pendentes do processo de negociações que não conseguiram ser concluídos no ano passado. Entre eles estão termos para reposição de demandas represadas em função de greves legítimas de servidores da Cultura e do Incra. Há também a situação dos servidores do Dnit que buscam consenso em pontos que não conseguiram ser concluídos no ano passado. A Condsef também vai questionar o Planejamento a respeito de situação de servidores administrativos da PGFN que ficou indefinida. Aproveitando também o encontro dessa sexta a Condsef vai solicitar uma audiência com o novo ministro do Planejamento, Valdir Simão. Desde que tomou posse do cargo, em dezembro passado, o novo ministro ainda não recebeu oficialmente entidades representativas de servidores federais. A intenção é que o ministro ouça as demandas e expectativas da categoria que segue buscando melhores condições de trabalho com reflexo num melhor atendimento público à população. 2016 vai continuar sendo um ano de desafios. Todos os esforços serão essenciais para a consolidação de avanços nesse cenário político e econômico que ainda se mostra incerto. O ônus dessa crise não pode ser transferido ao trabalhador e a pressão e cobrança de novas posturas por parte do governo devem e vão seguir firmes.

Uma das medidas mais criticadas na proposta é a alteração dos estatutos que vetaria, por exemplo, a participação de representantes ligados ao movimento sindical em conselhos de administração.

Read More »